TJSP tem dois novos desembargadores

Tomaram posse nesta segunda-feira (24/5), como desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP),  os magistrados Jair Martins e Aben-Athar de Paiva Coutinho. “Os iminentes novos colegas foram substitutos em segundo grau e, inclusive por isso, vem agregar sua larga experiência”, disse o vice-presidente do TJSP, desembargador Marco César Muller Valente, em nome do presidente Antonio Carlos Viana Santos. Agora, a corte paulista passa a ter 351 desembargadores.

    “Os ilustres colegas só dignificam nossa corte com suas respeitáveis e amáveis presenças. A vinda destes sábios e íntegros desembargadores renova as alegrias deste Tribunal, cuja força moral é sólida e inquebrantável”, completou o desembargador Fábio Poças Leitão, que falou em nome do TJSP. Em seu discurso, ele mencionou a “distribuição desumana de processos a que os magistrados são submetidos”.

    Os novos desembargadores discursaram em seguida. “Sinto-me muito honrado por chegar ao patamar mais alto da carreira, após 25 anos de magistratura e a cinco anos de me aposentar. Agradeço ao Grande Arquiteto do Universo, à minha esposa e aos meus filhos, por compreenderem a dedicação quase exclusiva exigida por meu ofício, e também aos meus pais”, finalizou Jair Martins. 

    Aben-Athar de Paiva Coutinho afirmou acalentar há muito tempo o sonho de percorrer todo o caminho da judicatura. “Espero, ao lado de meus pares, fazer a Justiça possível sem deixar de lado a voz do coração, criando condições para uma sociedade melhor”.

Histórico
    Jair Martins nasceu em 1945 na cidade Borborema (SP).  Formou-se na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo em 1973. Ingressou em 1985 na magistratura como juiz substituto da 11ª Circunscrição Judiciária, com sede em Pirassununga. Antes de ser juiz, trabalhou como auxiliar de Contablidade, escrevente e advogado.

    Aben-Athar de Paiva Coutinho nasceu no ano de 1951 em Curitiba (PR) e estudou na Faculdade de Direito das Faculdades Metropolitanas (FMU), onde concluiu o curso em 1980. Começou a carreira de juiz em 1982 como substituto da 67ª Circunscrição Judiciária, sediada em São João da Boa Vista. Antes, trabalhou como despachante, assistente administrativo, assistente jurídico, assistente de diretoria, empresário, estagiário e advogado. 

Fonte: TJSP

About these ads

Uma resposta

  1. Gostaria de avisar ao desembargador Poças Leitão, que perdemos uma grande
    oportunidade de acabar com a corrupção em Campinas, devido ao habeas
    corpus que ele concedeu ao prefeito de Campinas e sua mulher.
    O desembargador infelizmente deu chance aos dois tirando a chance de mais
    de um milhão de pessoas….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 34 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: