Ministério Público fluminense volta denunciar Companhia Siderúrgica do Atlântico por crimes ambientais

Rio de Janeiro – O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro voltou a denunciar ontem (8/06) a Thyssenkrupp Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) por crimes ambientais. O gestor técnico da empresa, Luiz Cláudio Ferreira Castro, também responderá ao processo na 2ª Vara Criminal de Santa Cruz.

A denúncia afirma que mesmo já respondendo a outra ação penal por danos causados ao meio ambiente durante testes no alto-forno 1, em junho de 2010, os réus não adotaram medidas de precaução ao acionar o alto-forno 2, em dezembro do ano passado.

A CSA também é acusada de não comunicar aos órgãos competentes os impactos ambientais gerados desde então, incorrendo em seis crimes previstos na Lei 9.605/1998, que trata de crimes contra o meio ambiente. A lei prevê prisão e multa a serem definidas pela Justiça Estadual.

Fonte: Agência Brasil

Confira nossos lançamentos sobre Direito Ambiental!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: