Fábrica da Pepsico é autuada após envase de Toddynho com problema

A Vigilância Sanitária de São Paulo autuou a fábrica da Pepsico em Guarulhos, na região metropolitana do estado, devido ao caso do envase de Toddynho de 200 ml com um líquido a base de detergente, cujo lote apresentou problemas. Pelo menos 32 pessoas passaram mal após ingerirem o produto em 12 cidades no Rio Grande do Sul.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, após uma inspeção na unidade, o órgão “decidiu autuar a empresa por fabricar, embalar, armazenar, expedir, transportar e colocar à venda produtos sem qualidade e segurança, expondo a risco a saúde dos consumidores”. Foi aplicada uma multa de R$ 175 mil à empresa. Cabe recurso.

A Pepsico informou que a falha foi pontual e que a própria vigilância constatou que o sistema de rastreabilidade da empresa é satisfatório. Segundo a assessoria de imprensa, a empresa ainda não foi notificada oficialmente.

Conforme a Vigilância Sanitária, “a equipe de inspeção concluiu que, embora a PepsiCo cumpra as normas de boas práticas de fabricação, houve falha pontual que envolveu um equipamento de esterilização da fábrica”.  O relatório de inspeção diz que a empresa “demonstrou por meio de documentos (mapa de distribuição) que possui sistema de rastreabilidade satisfatório, detectando que o produto foi distribuído equivocadamente para o Estado do Rio Grande do Sul e adotando as medidas necessárias a correção do problema”.

Recall
O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça divulgou que a Pepsico protocolou a campanha de recall para recolhimento do Toddynho 200ml, do lote L4 32, com validade até 19/02/2012. O lote com problemas foi produzido no dia 23 de agosto, no intervalo das 5h30 às 6h30, em Guarulhos, São Paulo, e teve comercialização restrita ao estado do Rio Grande do Sul.

A empresa vai efetuar a troca por similar ou a restituição de valores. Na quinta-feira (6/10), após a notificação de 32 ocorrências suspeitas de intoxicação no Rio Grande do Sul, a Pepsico admitiu que o lote que será recolhido teve um problema no envasamento e saiu de fábrica com um líquido a base de água e detergente, ao invés de chocolate.

O Centro de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Sul divulgou, horas antes, que examinou 23 amostras de 13 lotes do achocolatado Toddynho após várias pessoas terem passado mal após ingerir a bebida. Segundo o órgão, um lote teve confirmado um pH impróprio para o consumo humano.

A campanha de recall do Toddynho abrangerá aproximadamente 80 unidades do produto, colocadas no mercado de consumo no estado do Rio Grande do Sul no lote que apresentou problemas.

Em relação ao defeito constatado, a empresa informou que identificou “um possível acidente em seu processo produtivo, o que, segundo seus registros, de fato, afetou parte de um lote correspondente a aproximadamente 80 unidades nas quais embalagens de Toddynho foram produzidas com líquido impróprio para o consumo, ao invés de seu conteúdo normal, não tendo havido contaminação do produto remanescente”.

Mais informações sobre a campanha podem ser obtidas com a empresa pelo telefone 0800 703 2222 ou pelo site www.toddynho.com.br.

Fonte: G1

Sobre Direito do Consumidor, a Editora Revista dos Tribunais publicou as obras: Doutrinas Essenciais – Direito do Consumidor, Curso de Direito do Consumidor – 2ªEd., Contratos no Código de Defesa do Consumidor – 6ªEd. e Manual de Direito do Consumidor – 3ªEd.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: